Você Sabe Qual a Importância Do Balanceamento de Cargas?

As concessionárias de energia elétrica geram, transmitem, distribuem e fornecem tensão elétrica (CA) a seus clientes que, quando acionam um equipamento, que passaremos a chamar de carga, irá produzir corrente elétrica que voltará para o Sistema Elétrico de Potência – SEP pela mesma fase que foi entregue a tensão.

Se a carga for monofásica, ou seja, alimentada por fase e neutro, a corrente elétrica por ela produzida retornará para o SEP pela mesma fase que alimenta esta carga, e não pelo condutor neutro.

Saiba como é feito o balanceamento de Cargas

É convencional denominarmos as fases por R, S, T , o condutor neutro por N e o condutor de aterramento por PE.

 Neste artigo, vamos tratar sobre balanceamento de cargas.

Para que as concessionárias consigam manter o SEP balanceado, existe a necessidade de que seus clientes também mantenham suas instalações elétricas balanceadas.

entenda o que e a importância do Balanceamento de CargasO balanceamento de cargas da instalação deve ser previsto e calculado na fase da elaboração do projeto elétrico da edificação, e a sua execução deve obedecer fidedignamente o que foi projetado. Em caso de execução em desacordo com o projeto, deve ser elaborado “As Built” – alteração de projeto – e encaminhado para o setor competente providenciar as alterações no projeto original.

O projeto elétrico é elaborado dentro de situações ideais, mas o que encontramos na prática são situações reais e muitas vezes há necessidade de refazer o balanceamento de carga por conta de remanejamento de máquinas, acréscimo de cargas – o que resulta em revisão da instalação elétrica e reprojeto.

Toda instalação elétrica deve sofrer manutenção preventiva periódica a fim de verificar se os níveis de tensão estão dentro dos parâmetros admissíveis pela ANEEL, se as correntes elétricas por fase estão balanceadas – caso contrário haverá necessidade de refazer o balanceamento de carga, condições gerais das instalações elétricas, equipamentos de proteção e manobra, estado geral dos fios e cabos, se não há aquecimento de fios, cabos e disjuntores.

Uma pergunta clássica a respeito de balanceamento de fases: uma carga ligada em 220V – fase fase consome menos energia elétrica que as cargas ligadas em 127V – fase neutro?

Mito! Quem determina o consumo a ser registrado pelo medidor de watthora não é a tensão de alimentação, nem a corrente gerada pela carga, mas sim a potência do equipamento.

Vamos tomar como exemplo um chuveiro de 5 600W de potência.Chuveiro

Pela lei de OHM, P=E x I

onde P = Potência, E = Tensão e I = Corrente.

Se ligarmos o chuveiro em fase neutro – 127V, teremos: I = 5600/127 ; I = 44A , o que exige uma proteção de 50A e fio fase, neutro e terra de bitola 10 mm².

Se ligarmos em fase fase – 220V, teremos: I = 5600/220 ; I = 25A, o que exige proteção de 32A e fios fase e terra de bitola 6 mm². Não podemos utilizar fio 4 mm² pois sua capacidade de condução é 28A, inferior à proteção de 32A.

medidor

Medidor de WATTHORA

A principal diferença entre os dois exemplos é que o condutor neutro não conduz corrente elétrica, e a I = 44A será conduzida pela fase, o que exige proteção de capacidade de corrente maior e condutor de bitola maior, em relação ao segundo exemplo, onde irá fluir apenas 25A por cada fase, uma diferença muito significativa em matéria de custo  com material na construção, manutenção do sistema e balanceamento de cargas.

Quando se diz que a instalação em sistema bifásico ou trifásico são mais econômicos em relação ao monofásico, isso não se refere ao registro do consumo de energia elétrica pelo medidor de watthora, mas sim na economia que se tem na execução da obra e manutenção do sistema, pois utiliza-se proteções de menor corrente e consequentemente menor custo, o mesmo acontecendo com os fios e cabos.

Outro aspecto muito importante é que trabalhando no sistema bi ou trifásico, a possibilidade de se conseguir um balanceamento de cargas mais eficaz é infinitamente maior.

As concessionárias de energia elétrica frequentemente elaboram e executam projetos de balanceamento de cargas no SEP devido ao grande desbalanceamento de carga gerado pelas residências, comércios e indústrias.

Podemos concluir que somente haverá tensão e corrente elétrica nas fases. O condutor neutro e o de aterramento não conduzem corrente elétrica, exceto em casos específicos, como corrente de curto circuíto, corrente de fuga, descarga atmosférica, desbalanceamento de cargas, entre outros.

Você Sabe Qual a Importância Do Balanceamento de Cargas?
5 (100%) 1 vote

Comentários

comentários

11 Comments

Deixe um comentário