Passo a Passo – Como Fazer Instalação Elétrica Residencial

Projetar uma instalação elétrica qualquer é tarefa que exige conhecimento e sobretudo aplicação de normas que regulamentam o exercício correto da função.

O projetista (profissional responsável pelo dimensionamento adequado dos fios e demais componentes que integram o abastecimento interno de energia no interior de um ambiente, seja ele residencial ou comercial), deve ter domínio sobre técnicas a serem consideradas quando torna-se necessário definir quais elementos utilizar e de que forma eles contribuirão para que alimentem adequadamente lâmpadas, interruptores e tomadas.

Considerando a norma NBR-5410 da ABNT, veja a seguir dicas importantes de como planejar corretamente uma instalação elétrica do tipo residencial (em baixa tensão).

Etapa Inicial – Projetar a Instalação Elétrica Residencial

A fase introdutória ao processo que nos permite executar uma instalação elétrica é considerada fundamental, pois nela serão calculados, dimensionados e desenhados os elementos constituintes do projeto a ser implantado em seguida. É portanto a etapa de concepção baseada em regras que determinam de modo exclusivo os conceitos previstos, devendo ser aplicados com o intuito de obter-se o resultado ideal.

Abaixo confira um guia básico com regras que podem facilitar sua melhor compreensão sobre o assunto.

dicas de Como Fazer Instalação Elétrica Residencial

Cálculo e Dimensionamento  

Faça o levantamento da potência ativa total (W) considerando as potências mínimas previstas para iluminação e tomadas;

Calcule o número dos pontos de luz a instalar bem como tomadas (sejam de uso geral TUG ou de uso específico para cargas de maior potência TUE) e faça o levantamento das suas respectivas potências também;

Dimensionar adequadamente o circuito de distribuição que fica entre o quadro medidor (o qual recebe alimentação da concessionária) e o quadro de luz responsável por energizar o interior da residência;

Definir quantos circuitos terminais serão necessários para alimentar as cargas de iluminação e tomadas, especificando inclusive o valor da corrente nominal em amperes (A) referente a cada um deles;

Baseado no valor da corrente nominal em cada circuito, especificar a seção reta ou bitola dos condutores (fios e cabos elétricos) a serem utilizados; Como Fazer Instalação Elétrica Residencial

Calcular o diâmetro interno dos eletrodutos no interior dos quais irão ser adaptados os condutores;

Dimensionar os disjuntores a serem utilizados no quadro de medição e no quadro de distribuição (sendo neste um de entrada e outro de proteção dos circuitos terminais), conforme a intensidade nominal;

Escolha quais eletrodutos pretende utilizar, se embutidos ou não;

Localizar de forma adequada os quadros medidor e de luz (ou de distribuição) segundo recomendações da companhia que provê o abastecimento de energia em sua cidade;

Dependendo da região, se ocorre incidência frequente de fortes descargas atmosféricas provenientes de relâmpagos, convém adotar proteção da rede com uso de DPS (dispositivo de proteção contra surtos de tensão), ficando a critério do projetista decidir sobre esta questão.

A seguir temos que determinar através de simbologias, quais elementos estarão presentes em toda instalação elétrica e mencionar junto a eles suas especificações em termos quantitativos e qualitativos. Para isso elaboramos um projeto pleno que considera a planta baixa do imóvel aonde deverão ser adaptados todos os componentes necessários à execução da obra.

Desenho da Instalação Elétrica

Esquematize o quadro de distribuição, aonde ficarão localizadas as proteções dos circuitos por meio de disjuntores;

Descreva através de um esboço e conforme as normas regulamentadoras apropriadas, a localização dos quadros (de medição e de distribuição), dos pontos de luz, dos comandos ou interruptores que irão acioná-los, das tomadas (TUG’s e TUE’s), tudo referenciado por eletrodutos cujo diâmetro nominal e número devem estar indicados, além da bitola e função de condutores que percorrem internamente esses eletrodutos utilizados;

Os símbolos gráficos a serem considerados nesta segunda etapa, devem estar em conformidade com a norma NBR 5444 da ABNT.

Etapa Final – Execução do Projeto de Instalação Elétrica

Concluída a etapa inicial aonde sabemos exatamente quais equipamentos devem ser utilizados, assim como eletrodutos e condutores dimensionados para tanto, precisamos contabilizar o material que contempla a realização de todo procedimento de execução.

Contrate um eletricista qualificado para que o serviço tenha garantia, evitando problemas que possam colocar em risco sua vida e de seus familiares.

Fundamentos para efetuar na prática o trabalho propriamente dito:

 Montagem de caixas de passagem e ligação bem como eletrodutos;

Ajuste dos condutores no interior dos eletrodutos previamente adicionados;

Montagem dos quadros de medição e de distribuição e do eletrodo de aterramento que visa sobretudo a proteção geral de toda a instalação contra a chamada tensão de contato perigosa;

Colocação de pontos de luz, tomadas e interruptores;

Ligação dos condutores que irão gerar alimentação dos componentes, nas duas extremidades que os representam;

Teste da instalação para verificar se está tudo funcionando adequadamente.

Não se pode esquecer de fazer também o padrão de entrada com uso de estruturas de fornecimento de energia por ramal aéreo de distribuição, conforme regulamento da concessionária local aonde encontra-se a sua residência.

Gostou do nosso artigo sobre Como Fazer Instalação Elétrica Residencial.

Confira Também:

Aumentos seus conhecimentos estudando quando e onde quiser – Curso Online de Comandos Elétricos

Projeto de Instalações Elétricas Residenciais Passo a Passo

Passo a Passo – Como Fazer Instalação Elétrica Residencial
3.5 (70%) 2 votes

Comentários

comentários

14 Comments

Deixe um comentário