Luximetro – O que é e Como Usar Esse Aparelho

Sabemos que para chegar em uma densidade de luminosidade nós podemos efetuar cálculos que nos levam a quantidade de lúmens necessários para os ambientes, porém como chegar a teoria na pratica? Pois bem, pensando nisso e também na comodidade em auditorias e fiscalizações, foi criado o luximetro, um aparelho capaz de medir a intensidade de luz através de um sensor, dessa forma é possível que seja determinado a grandeza da iluminância do local averiguado, esses aparelhos em sua maioria são portáteis, o que facilita na utilização e manipulação.

O que é iluminância

Para compreensão total do artigo vamos alinhar alguns termos, como a iluminância. Iluminância segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), nada mais é do que “o limite da razão do fluxo luminoso recebido pela superfície em torno de um ponto considerado, para a área da superfície quando esta tende para zero”, trocando em miúdos, é simplesmente a quantidade de luz em um ambiente, e essa grandeza tem sua medida em Lux.

O que é luximetro

Saiba como usar o luximetro

Um aparelho Luxímetro é basicamente um aparelho com funções de um mini amperímetro porém ligado a uma célula fotoelétrica. Dessa forma sua funcionalidade dará quando algum fecho de luz se incidir sobre essa célula, sendo assim é gerado uma corrente que vai carregar positivamente um semicondutor dessa célula fotoelétrica e a parte metálica fica carregada negativamente, com isso ocorre uma diferença de corrente. O aparelho por sua vez vai resgatar esse valor de corrente e converter para o valor equivalente em Lux, seja nos aparelhos digitais ou analógicos.

Como efetuar as medições

Para fazer a medição do ambiente deve-se considerar diversos aspectos, como por exemplo a existência de luz externa ambiente ou artificial e alguns outros aspectos que são descritos na norma NBR 15215, mas vamos listar aqui os principais pontos para que você já possa sair realizando suas medições sem dor de cabeça:

  • Escala de leitura: Ajuste a escala de leitura do aparelho, assim como multímetros você deve ajustar a escala para que tenha uma leitura mais fiel;
  • Exposição do aparelho: No momento da medição evite fazer sombras sobre o sensor, a menos é claro que seja necessário;
  • Posição do sensor: O sensor deve sempre ficar paralelo à superfície que está sendo analisada, como uma mesa de escritório por exemplo;
  • Locais não especificados: Caso o local estudado não tenha uma posição fica como uma mesa, execute a medição com uma altura de 75 cm em relação ao piso e sempre em um plano horizontal;
  • Quantas vezes medir: A medição do ambiente deve ser executada em vários pontos, dessa forma você pode analisar se a densidade de luz está uniforme ou não, através dessa análise você poderá confrontar com a NBR 15215 e ver se o ambiente se enquadra nas especificações;
  • Medição com sensor na mão: Caso não seja possível apoiar o sensor horizontalmente em um local fixo, a medição poderá ser com o aparelho apoiado nas mãos, mas atente-se ao nivelamento, pois uma angulação poderá afetar o resultado da leitura devido o sensor não pegar a luminosidade de frente.

Lembre-se sempre de tomar muito cuidado com escalas pequenas, pois nessas graduações o resultado pode ser afetado e influenciar nas medições.

Medições em ambientes com luz ambiente

Como fazer a medição de um ambiente com o luximetro

Muitas arquiteturas recebem luz natural, essa luz ira influenciar na sua medição do ambiente. Para que então suas medições nessas condições continuem sendo fiéis será necessário método diferente ou complementar para sua medição. Com isso você deverá medir o ambiente em vários períodos ao longo do dia e do ano, além de vários pontos do ambiente, para isso utiliza-se a medição do céu, e essa medição pode ser feito da forma natural ou laboratorial, confira:

  • Céu natural: Método mais fácil de obter o valor em cada período do dia e do ano, porém existe uma imprecisão bem maior;
  • Céu laboratorial: simula um ambiente controlável, estável e com fidelidade na reprodução. Esse método pode ser de três maneiras:
    • Hemisférico: consiste em um conjunto de lâmpadas espalhadas por toda superfície de um domo, a intensidade de luz é controlada para simular a posição do sol em diversos períodos do dia;
    • Hemisférico reflexivo: nesse método as lâmpadas são posicionadas na base da reflexão do aparelho e com isso o controle de luz não existe mas a mudança de posição;
    • Retilíneo: esse método de medição é capaz de simular somente o céu encoberto, dessa forma cria-se um horizonte infinito com múltiplas reflexões criadas pelos espelhos contidos em uma caixa.
Luximetro – O que é e Como Usar Esse Aparelho
1 (20%) 1 vote

Comentários

comentários

Deixe um comentário