Falando Sobre Funcionamento Aplicação e Tipos de Contatores

São dispositivos de manobra mecânica, acionados eletromagneticamente, construídos para uma elevada frequência de operação.

De acordo com a potência (carga), o contator é dispositivo de comando do motor e deve ser utilizado individualmente, acoplado a relés de sobrecarga, na proteção de sobrecorrente.

Tipos de Contatores

Divide-se em dois tipos:

  • Contatores para motor
  • Contatores auxiliares

Os Contatores Para Motores Apresentam:

Dois tipos de contatos com capacidade de carga diferentes chamados principais e auxiliares;
Maior robustez na construção;
Possibilidade de acoplar relés de proteção;
Câmara de extinção de arco voltaico;
Variação da potência da bobina do eletroímã de acordo com o tipo de contator, tamanho físico de acordo com a potência a ser comandada.Aplicação e Funcionamento dos ContatoresFigura 1 – Contator motor.

Observe na parte inferior o borne A2. No lado oposto do contator encontraremos o borne A1. São utilizados para a alimentação da bobina eletromagnética. Quando alimentada, ela aciona o contator, fazendo com que os contatos NO¹ tornem-se NC², e vice-versa. A tensão de alimentação da bobina pode ser verificada na plaqueta azul (220 V), ao lado de A2. Existem contatores com outras tensões de alimentação da bobina.

Contatos de Carga

Os três contatos centrais (contatos de carga ou principal) são NO, exclusivos para carga, pois são dimensionados para altas correntes. É onde deverá ser alimentado o contator pelas fases RST do lado onde identificamos 1 L1 – 3 L2 – 5 L3. No lado oposto, identificamos 2 T1 – 4 T2 – 6 T3, onde deverá ser ligada a carga (motor) ou, se necessário, um relé de sobrecorrente entre o contator e a carga.

Nota 1 – NO: Normaly Open, ou seja, Normalmente Aberto (NA).
Nota 2 – NC: Normaly Closed, ou seja, Normalmente Fechado (NF).

Entrada: 1 ou L1, 3 ou L3, 5 ou L5 devem ser ligados na alimentação. 1, 3, 5 é o lado da alimentação. L também identifica alimentação. L1, L2 e L3 são indicações do 1º, 2º e 3º bornes da alimentação, consecutivamente.
Saídas: 2 ou T1, 4 ou T2, 6 ou T3 devem ser ligados na carga. 2, 4, 6 é o lado da carga. T identifica lado da carga. T1, T2 e T3 são indicações do 1º, 2º e 3º bornes da carga, consecutivamente.
Observe que L1 corresponde a T1, L2 a T2 e L3 a T3.
Nas identificações observadas na placa superior, as nomenclaturas externas correspondem aos contatos de carga, e as nomenclaturas internas aos contatos auxiliares.

Contatos Auxiliares

Os contatos auxiliares são os superiores, utilizados exclusivamente para comandos elétricos. Nunca ligue a alimentação e/ou a carga nesses contatos, pois são projetados para baixas correntes e irá danificar o componente, podendo inclusive ocasionar acidente de trabalho.
Contato normalmente fechado (NF) ou Normaly Closed (NC)
Entradas: 11 – 21 – 31 – 41 – 51 – 61 – 71 – 81
Saídas: 12 – 22 – 32 – 42 – 52 – 62 – 72 – 82
Contato normalmente aberto (NA) ou Normaly Open (NO)
Entradas: 13 – 23 – 33 – 43 – 53 – 63 – 73 – 83
Saídas: 14 – 24 – 34 – 44 – 54 – 64 – 74 – 84
O primeiro algarismo identifica a posição do contato. Tanto em NO como em NC deverão estar alinhados.
O segundo algarismo define se o contato é NO ou NC. Final 1 na entrada e 2 na saída, o contato é NC. Final 3 na entrada e 4 na saída, o contato é NO.
Logo, 12 é NC e 34, NO. Grave esta regra!
O contator da figura 1 vem identificado quem é NO ou NC, porém existem inúmeros modelos de contatores tanto instalados quanto no mercado que não trazem essa informação.

Funcionamento dos Contatores

No interior do contator existe uma bobina, que quando energizada através dos bornes A1 e A2, seja diretamente como por comandos elétricos, irá atrair o núcleo móvel, fazendo com que os contatos NO se invertam para NF e os NF para NO, tanto nos contatos de carga (contato principal) quanto nos contatos auxiliares.

A câmara de extinção de arco voltaico é de suma importância na abertura de contatos em carga, a fim de evitar acidentes.

Vantagens do uso de Contatores

Comandos à distância,
Elevado número de manobras – entre 10 mil e 40 mil manobras,
Grande vida útil mecânica,
Pequeno espaço para montagem,
Garantia de contato imediato,
Tensão de operação de 85 a 110% da tensão nominal.

Testando os Contatos e Bobina do Contator

Todos os testes de contatos de um contator deverão ser executados com o contator extraído da rede elétrica, caso contrário poderá provocar acidentes de graves proporções.
Com o auxílio de um multímetro, alicate amperímetro ou outro equipamento que faça teste de continuidade, encoste uma ponta de prova no borne de entrada do contato que se deseja testar e a outra ponta de prova no borne de saída.

Caso seja um contato NO, o equipamento de teste não irá acusar continuidade, pois o contato está aberto. Na parte superior do contator existe um botão preto que, ao ser pressionado, inverte a posição de todos os contatos. Logo, o contato NO irá passar para NC e o teste deverá acusar continuidade.
Se for um contato NC, o teste deverá acusar continuidade e, ao acionar o mesmo botão preto o teste não deverá acusar continuidade.

Caso um contato NO apresente continuidade sem acionar o botão preto, ou não indique continuidade ao acioná-lo, indica que o contato está danificado e deverá ser substituído ou o contato ou o contator.
Caso um contato NC não apresente continuidade sem acionar o botão preto, ou indique continuidade ao acioná-lo, indica que o contato está danificado e deverá ser substituído ou o contato ou o contator.
Para testar a bobina, coloque uma ponta de prova do teste em A1 e a outra em A2. Caso não indique continuidade de bobina, é porque ela está aberta e deverá ser substituída.

Para testar o funcionamento da bobina, ligue A1 e A2, com auxílio de um botão NO, na rede de energia elétrica, observando a tensão de acionamento da mesma e utilizando todos os EPI’s necessários à tarefa, de acordo com a NR10. Ao energizá-la, o contator deverá acoplar, e pino preto indicador de ligado/desligado ficará interno ao contator. Quando desenergizar a bobina, através do botão NO, o contator irá desacoplar e o pino volta à posição de desligado, conforme figura 1.

Atenção: Nunca acione o pino preto indicador de liga/desliga, usado também para testes do contator desenergizado, com o contator energizado, pois caso o contator estiver com problema interno ou se houver algum problema na rede de energia elétrica ou o equipamento apresentar defeito após o contator, ele poderá explodir e/ou gerar arco voltaico de grandes proporções.

Contatores de carga

Figura 2 – Contator de carga

Contator auxiliar acoplado a um contator de carga

Figura 3 – Contator auxiliar acoplado a um contator de carga

Falando Sobre Funcionamento Aplicação e Tipos de Contatores
5 (100%) 1 vote

Comentários

comentários

15 Comments

Deixe um comentário