Engenharia de Controle e Automação – Raio –X da Profissão

Perfil do profissional: O profissional formado em engenharia de controle e automação consegue atuar em diversas áreas de manufatura de diversos segmentos, esse profissional tem em sua cadeia uma capacidade técnica em projetar, desenvolver e gerenciar equipamentos, processos e pessoas envolvidos na dinâmica da empresa.

Um profissional da automação é aquele que sempre estará atualizado antes de você sobre as questões tecnológicas do mercado, pois esse profissional tem muita afinidade com tecnologia e está sempre disposto a aprender o que há de mais moderno na evolução dos tempos, outro ponto que também faz muita parte do mundo do engenheiro de controle e automação são a matemática e computadores, essas matérias são fundamentais para quem deseja seguir nessa carreira. Entenda um pouco mais dessa carreira tão ampla da engenharia.

Um mercado muito promissor para os formados em engenharia de controle e automação confira o raio x dessa profissão

Carreira do formado em engenharia de controle e automação

O profissional em engenharia de controle e automação tem em seu DNA a percepção de tornar algo manual em automático, algo sem padrão em padronizado, processos lentos e com grandes gaps de qualidade em processos com uma altíssima produtividade e capabilidade, sendo assim, esse engenheiro é capaz de planejar, desenvolver e operar equipamentos e sistemas automatizados, seja projetado por ele ou por outro engenheiro de controle e automação.

Para estar dentro das leis da profissão, o engenheiro de controle e automação deve possuir diploma de bacharel em Engenharia de Controle e Automação e acima de tudo em uma instituição de ensino aprovada pelo MEC e obter o registro junto ao órgão da profissão de engenheiros do Brasil, CREA (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia) do estado em que atua.

O engenheiro de controle e automação detém de conhecimentos nas áreas de robótica industrial, acionamentos hidráulicos e pneumáticos, automação de manufatura, modelagem de sistemas automatizados, mecatrônica, linguagem computacional, programação, elétrica, entre outros relacionados a gestão e softwares.

Desse modo o objetivo desse engenheiro está em projetar, fabricar e manter equipamentos e sistemas automatizados em pleno funcionamento seja qual for o segmento de trabalho da indústria.

As atividades do engenheiro de controle e automação são bem ampla, podendo variar entre técnica e de gestão (administrativa), tudo vai das habilidades do profissional e da necessidade da empresa, mas vamos destacar algumas:

  • Desenvolvimento de ferramentas digitais (sistemas);
  • Projetar e executar algoritmos e instrumentação;
  • Certificar projetos;
  • Modelagem, controle e simulação de processos de produção;
  • Integração de processos;
  • Estudos técnicos e econômicas para verificar viabilidade de projetos;
  • Previsão e controle de atividades;
  • Mensurar, padronizar e controlar de forma automática a qualidade de produtos e processos;
  • Instalar, montar e reparar equipamentos.

Mercado de trabalho para o engenheiro de controle e automação

Áreas de atuação do engenheiro de controle e automação

No atual cenário corporativo competitivo em que estamos vivendo é quase impossível não encontrar uma empresa que deseja ter os menores custos de produção com a maior produtividade, dessa forma, o engenheiro de controle e automação possui um amplo campo de trabalho em processos de manufatura, podendo assim atender diversos segmentos industriais da economia, sendo eles:

  • Automobilística;
  • Alimentícia;
  • Mineração;
  • Petróleo e Gás;
  • Química;
  • Eletrônica;
  • Biomedicina;
  • Biomecânica;
  • Laboratórios;
  • Bancos;
  • Têxtil;
  • Construção Civil.

O salário de um engenheiro de controle e automação vai variar muito do segmento da empresa onde estará atuando, região e função que está sendo executada, mas não tem um salário menor do que R$ 5000,00.

O Curso de Bacharelado:            

O curso de bacharel em engenharia de controle e automação possui uma duração média de 5 anos e sua matriz curricular é composta por matérias como: Matemática, física e química, na sua base, e a amplitude técnica engloba elétrica, eletrônica, mecânica e computacional. Esse curso possui em sua grade de aulas muitos experimentos laboratoriais, isso deve-se ao nível técnico que o curso possui.

Abaixo listamos algumas das melhores instituições desse curso segundo o MEC:

Instituições Privadas:

  • Universidade Paulista (UNIP);
  • Centro Educacional Anhanguera (Anhanguera);
  • Pontifícia Universidade Católica de Minas (PUC Minas);
  • Universidade Norte do Paraná (UNOPAR);
  • Universidade Estácio de Sá (UNESA).

Instituições Públicas:

  • Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP);
  • Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC);
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);
  • Instituo Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP).
Avalie esta Página

Comentários

comentários

Deixe um comentário