Mercado de trabalho para Engenheiro Eletricista e Técnicos em Elétrica

De acordo com pesquisas recentes, engenheiros eletricista e técnicos em elétrica são as duas categorias que estão entre as 10 mais procuradas no Brasil. Como fazer para preencher essa necessidade atual do mercado? Veja o que é possível fazer para preencher esse vazio do mercado de elétrica.

Mercado de trabalho

Aumentar os cursos e faculdades pode fornecer mais profissionais ao mercado e suprir essa carência, certo? Errado, é preciso unir os conhecimentos, tendo domínio da tarefa unindo à profissionalização. Além disso, perfis comportamentais, como: capacidade de interação, trabalho em equipe, comunicação, iniciativa e liderança também contam para conseguir preencher essa carência atual.

Engenheiro Eletricista e Técnicos em Elétrica

Para os jovens que possuem nível superior, ou seja, são formados em Engenharia Elétrica, é muito difícil conseguir uma boa colocação no mercado, visto que não preenchem todos os requisitos solicitados pelo mercado, que está cada vez mais competitivo e exigente. Já para quem está buscando uma colocação, sendo Técnico em Elétrica, esse cenário está muito favorável.

Para quem quer destaque no mercado de trabalho é preciso investir na carreira desde começo. É preciso explorar a sua vocação ao máximo, buscando especialização nas áreas em que sua aptidão for maior. Vocação é indiscutível, porém é preciso ter em mente que é necessário agregar mais valores.

Perfil do Técnico em Elétrica

O Técnico em Elétrica ou eletricista, como é popularmente conhecido, é o profissional responsável por realizar a instalação ou reparos em aparelhos elétricos, eletrônicos e também em redes de distribuição elétrica.

Os conhecimentos deste profissional vão além do operacional, é preciso saber discutir sobre os custos de um projeto junto ao cliente, realizar a correta interpretação dos diagramas unifilares e multifilares das futuras ou atuais instalações, registrar as ocorrências e os possíveis reparos, substituição, quando necessário de aparelhos elétricos.

Para exercer a profissão é aconselhável ter um curso médio completo podendo ser técnico em eletrotécnica, além de ter cursos de eletricidade e eletrônica básica como complemento de currículo, caso o ensino médio seja técnico. Conhecimento das normas técnicas e conhecimento dos procedimentos de segurança incluindo primeiros socorros também são necessários.

Um curso completo de elétrica engloba:

  • Eletrotécnica
  • Instalações elétricas para interiores
  • Segurança nas instalações elétricas

Perfil do Engenheiro Eletricista 

O engenheiro em elétrica ou engenheiro eletricista é uma profissão para quem é determinado e curioso, que possui bom senso e criatividade. Esse é o profissional que entende sobre tudo em relação à sistemas de energia elétrica, eletrônica de potencia, equipamentos eletrônicos, máquinas elétricas, proteção de equipamentos e fontes alternativas de energia.

Todos os setores que tem envolvimento com o setor elétrico, como: empresas de geração de energia elétrica, indústrias, centros de pesquisa, órgãos de planejamento e regulação, construtoras, distribuidoras, ou seja, em qualquer lugar em que a energia elétrica seja indispensável.

O engenheiro eletricista trabalha para que o suprimento e a distribuição da energia elétrica sejam garantidas. As atribuições mais comuns para o engenheiro eletricista são: projetos, pesquisas e desenvolvimento, além de gerenciamento de sistemas elétricos bem como sua manutenção.

O curso para se formar em Engenheiro Eletricista dura em média 5 anos. As disciplinas básicas são iguais aos demais cursos de engenharia, tendo dois anos com foco em Matemática e Física. As disciplinas específicas tem: circuitos elétricos, eletromagnetismo entre outras.

Oportunidades de trabalho

Para o mercado, a área de elétrica está estável. Hoje, as melhores chances estão voltadas para as indústrias do petróleo e em empresas que são responsáveis pelo fornecimento de eletricidade.

A média salarial nacional de acordo com levantamentos recentes está em torno de R$ 1.690,00 com piso salarial de R$ 1.010,00 e com teto salarial de R$ 2.100,00 para os cargos de eletricista. Já para os engenheiros está em torno de R$3.100,00 com o piso salarial de R$ 2.700,00 e com teto salarial de R$ 4.200,00.

Mercado de trabalho para Engenheiro Eletricista e Técnicos em Elétrica
5 (100%) 1 vote

Comentários

comentários

2 Comments

Deixe um comentário