Aplicações de Cada Ferramenta de Medição de Grandezas Elétricas

Qual eletricista que em um dia de serviço principalmente no início não parou diante de uma ferramenta de medição e se perguntou, para que tanto serve essa ferramenta? Como ela funciona? Enfim, algumas perguntas de curiosidades sobre as ferramentas que estamos manipulando diariamente.

Pois bem, nesse artigo vamos solucionar mias esse problema, vamos elencar as principais ferramentas do uso de um eletricista e fazermos um levantamento técnico de cada uma, afim de elevar nosso conhecimento técnico e para que todos saibam como realmente funciona e para que serve cada ferramenta.

Aplicações e características técnicas de ferramentas para medição

ferramentas medição elétricaMultímetro:

Vamos começar com a mais famosa de todas, o multímetro, sabemos que ele é uma das ferramentas essenciais para se ter na mala do eletricista, mas e ai você sabe como ele funciona e para que tanto serve? Vamos descobrir então.

Características técnicas: No mercado podemos encontrar disponíveis para compra as versões analógicas e digitais, resumindo a funcionalidade de cada modelo podemos definir da seguinte maneira. O analógico funciona na base de um galvanômetro composto basicamente por uma bobina elétrica montada em volta de um imã.

O anel munido possui um eixo e um ponteiro que pode rotacionar sobre o imã. Existe ainda uma pequena mola espiral que mantem o ponteiro no zero da escala. Com isso uma corrente elétrica passando pela bobina, cria um campo magnético oposto ao do imã promovendo o giro do conjunto, por consequência o ponteiro desloca-se sobre uma escala calibrada em tensão, corrente, resistência etc. E para quem não saiba a pequena faixa espelhada ao longo da escala curva do mostrador, serve para evitar o erro de paralaxe.

Já o multímetro digital funciona convertendo a corrente elétrica em sinais digitais através de circuitos denominados conversores análogo-digitais. Tais circuitos realizam uma comparação entra a corrente medida com uma corrente interna gerada em incrementos fixos que vão sendo contados digitalmente até que se igualem, quando o resultado então é mostrado em números ou transferidos para um computador pessoal.

O multímetro é capaz de realizar a medição elétrica de três tipos diferentes: Voltímetro, Ohmímetro e Amperímetro e dependendo de cada fabricante a gama de grandezas que poderão ser medidas vão sofrer alterações, podendo assim variar dentro do range:

  • Corrente elétrica (contínua e alternada) – função amperímetro;
  • Tensão elétrica (contínua e alternada) – função voltímetro;
  • Resistência elétrica – função ohmímetro;
  • Capacitância;
  • Indutância;
  • Frequência de sinais alternados;
  • Temperatura;

Aplicação: O uso desse equipamento requer alguns cuidados assim como qualquer outro equipamento eletrônico, então vai ai algumas dicas:

  • Nunca ligar um amperímetro em paralelo com a carga que se deseja medir a corrente, pois quando ligado em paralelo causará um curto-circuito nos terminais da carga;
  • Na função voltímetro não deve ser colocado em série na carga que se deseja medir a tensão pois haverá interrupção da corrente demandada pela carga;
  • Não utilizar a escala de corrente para medir tensão e vice-versa;
  • Nunca tentar medir resistência com o circuito ligado;
  • Ao utilizar equipamentos analógicos ou digitais sem comutação automática de escala, deve-se observar a escala correta do circuito testado;

ferramentas para medição gradezas elétrica

Alicate amperímetro:

Ferramenta popularmente utilizada para medir a corrente elétrica, o alicate amperímetro é um dos instrumentos mais seguros e práticos para se obter resultados precisos e com agilidade. A grande diferença dele para o multímetro é que o alicate amperímetro realiza medições sem realizar contato com os condutores.

Características técnicas: O funcionamento do alicate amperímetro é baseado na interação eletromagnética, parecido com um transformador, podemos dizer que um condutor que possui certa corrente em circulação, seria o primário, e o alicate (que envolve o condutor) seria o secundário.

Sendo assim, a corrente no condutor terá uma corrente muito menor no alicate, e desta forma, através da corrente induzida, o alicate converterá essa corrente e informará qual a corrente que percorre o condutor.

Aplicação: Por se tratar de um equipamento de precisão e que executa medições de correntes elétricas, são necessários alguns cuidados para que a utilização do alicate amperímetro não seja perigosa, onde sua utilização se dá envolvendo com as pinças o condutor energizado que deseja saber a corrente que ali passa.

O primeiro cuidado é não utilizar o aparelho em equipamentos com alto nível de tensão ou de frequência, outro ponto é evitar guardar o alicate em locais úmidos ou muito quentes, já que isso pode danificar a capacidade de medição do aparelho.

Além dessas duas mais famosas ferramentas podemos citar também o megâmetro para medição de aterramentos nas carcaças de motores e por que não aquelas canetas amperímetro que são utilizadas para identificar passagem de correntes em circuitos e que funcionam como um multímetro na função amperímetro.

Conclusão

Enfim, temos diversas outras ferramentas que podemos descrever aqui suas características, deixe nos comentários qual (is) ferramenta (s) de medição deseja conhecer mais e faremos um artigo sobre suas dúvidas.

Aplicações de Cada Ferramenta de Medição de Grandezas Elétricas
5 (100%) 1 vote

Comentários

comentários

2 Comments

Deixe um comentário