Saiba Verificar o Bom Funcionamento do Medidor de Energia Elétrica e de sua Instalação

O primeiro passo para verificar se o medidor de energia elétrica e a instalação elétrica de sua edificação está em bom estado de funcionamento é desligar o disjuntor ou chave geral, instalada logo após o medidor de energia elétrica. Observe se o disco do medidor continua girando, salientando que se der até quatro voltas e parar, estará dentro dos padrões de calibração.

Caso o disco continue girando com a chave geral ou disjuntor desligados (sem carga), caracteriza-se problema no medidor e o cliente deverá solicitar à concessionária a sua aferição para posterior substituição.

Relogio medidor de energia

Caso o disco parar de girar, o medidor estará em ordem. Isso não quer dizer que não exista algum problema de aferição do medidor, a qual poderá ser solicitada pelo cliente à concessionária de energia elétrica local, caso haja desconfiança de mau funcionamento do mesmo.

Este serviço pode ser solicitado em sua agência de atendimento, pelo teleatendimento ou ainda no site da concessionária; tenha sempre uma conta de energia elétrica em mãos.

Comparando-se a velocidade de giro do disco de um medidor com outro, poderemos observar que um poderá estar girando mais rápido que o outro. Isto não significa que o equipamento de sua instalação esteja com problema.

A variação da velocidade de giro do disco do medidor se deve ao modelo de fabricação e também ao fabricante do equipamento, pois possuem detalhes construtivos e calibrações diferentes.

O segundo passo, após a constatação de que o disco parou de girar, é desligar o disjuntor ou chave de proteção na caixa de distribuição, que geralmente fica alocada dentro da edificação, religar o disjuntor ou chave geral que havíamos desligado anteriormente e novamente observar o comportamento do disco do medidor.

Caso ele estiver girando, significa que existe algum problema no circuíto de distribuição, que é o ramal entre a proteção no quadro de distribuição e o medidor de energia elétrica.

Contrate um eletricista de sua confiança para verificar.

Ponto de Entrega

A concessionária de energia elétrica é responsável somente pela entrega de energia elétrica garantida até o disjuntor ou chave geral alocada junto ao medidor de watt-hora e por falhas na rede pertencente a ela, até o ponto de entrega, que é a conexão do ramal de ligação ao ramal de entrada da instalação elétrica.

monofasico-fachada-com-travessia

Todos os demais reparos e manutenções deverão ser executadas por conta do cliente, exceto no medidor de watt-hora.

Padrão de Entrada

Compete ao cliente construir, preservar e dar manutenção ao centro de medição, composto por poste particular, pontalete ou coluna, caixa de medição, chaves de proteção e manobra, disjuntores, bengala, condutores, entre outros.

medidor de energia

Caso o disco do medidor pare de girar, desligue todos os disjuntores da caixa de distribuição e religue o disjuntor geral.

Desligue todos os equipamentos elétricos das tomadas, inclusive recarregadores de bateria e apague as luzes. Religue o primeiro disjuntor após o geral e volte a observar o comportamento do disco do medidor.

Se estiver parado, religue o segundo e assim sucessivamente, até religar o último disjuntor.

Se o disco do medidor permanecer parado, significa que a instalação da edificação está em ordem.

Se o disco do medidor começar a girar ao religar algum dos disjuntores, é sinal que existe problema neste circuíto, pois está consumindo energia elétrica sem carga.

Verifique se ele pertence ao chuveiro ou torneira elétrica, que são dois equipamentos que não são conectados a tomadas ou ao menos não deveriam ser, pois a corrente elétrica gerada por eles é superior a 20 ampères, e o maior valor de corrente elétrica para tomadas existente no mercado e aprovado pela NBR-5410 é de 20 ampères. Equipamentos desse porte ligados a tomadas derrete-nas, causando curto circuíto e até incêndio. São dois vilões nos casos de fuga de corrente quando apresentam falhas.

Caso o problema não seja identificado, procure imediatamente um eletricista11004889_870774426295053_1746972383_n de sua confiança, pois além de estar pagando pelo que não está consumindo devido ao medidor de energia estar registrando essa “corrente de fuga”, esse problema estará colocando sua instalação elétrica e propriedade em risco de acidente.

 

 

Medidores Eletrônicos

Os medidores eletrônicos possuem um led referente ao kwh que fica piscando quando existe registro de consumo de energia elétrica.

Ao realizar os testes descritos, se houver fuga de corrente, esse led ficará piscando (disco girando), acusando registro de consumo. Se ele parar de piscar, significará que não existe fuga de corrente (disco parado).

 

Corrente de fuga é o termo utilizado para indicar o fluxo de corrente anormal ou indesejado em um circuito elétrico devido a um curto-circuito ou um caminho anormal de baixa impedância e que será registrado pelo medidor de energia elétrica. Você estará pagando por aquilo que não está utilizando.

Faça revisões periódicas em sua instalação elétrica, ao menos a cada dois meses, a fim de evitar que ocorram problemas inesperados em sua instalação e edificação.

Saiba Verificar o Bom Funcionamento do Medidor de Energia Elétrica e de sua Instalação
3.67 (73.33%) 9 votes

Comentários

comentários

19 Comments

Deixe um comentário