Princípio de Funcionamento do Tacômetro e sua Utilidade

Todo profissional do segmento da elétrica em algum dia de serviço se deparou com a necessidade de obter o real valor de rotação de algum motor de uma máquina ou de um carro, e em suas mais diversas funções, seja para controlar um circuito, seja para determinar alguma característica do equipamento, enfim, como medir a rotação desse motor? Simples vamos utilizar um tacômetro ou então com alguns também conhecem, taquímetro.

O tacômetro nada mais é do que um instrumento de medição destinado as rotações de um motor ou de uma máquina, sua unidade de medida se dá em RPM, ou seja, rotações por minuto, é um instrumento encontrado facilmente nas industriais e no dia a dia de todos nós, basta olharmos no painel do nosso veículo e aquele conta giros nada mais é do que o mostrador do seu tacômetro.

Sendo assim nesse artigo iremos abordar o funcionamento e aplicação dos tacômetros, de uma forma simples e fácil de se entender e conseguir difundir esse conhecimento.

Princípios de funcionamento do tacômetro.

como-funciona-o-tacometro

O princípio de funcionamento dos tacômetros consiste em uma medida de fenômenos repetitivos, ou seja, oscilações, vibrações de peças mecânicas, etc. Em geral a alimentação de um tacômetro é realizada com 12V.

O tacômetro possui em seu circuito como base de logico o circuito integrado 555na configuração monoestável, desse modo o circuito é capaz de produzir pulsos na saída com uma duração mais constante e isso não depende da duração que foi dado o pulso, desse modo a lógica do tacômetro entende que caso a frequência dos pulsos aumentam a distância entre os pulsos diminuem e vice versa.

Dessa forma, os tacômetros podem ser utilizados em aplicações simples com geradores seja esse AC ou DC com a função de calibração da quantidade de rotações determinado eixo executada, isso tudo através da medida que o aparelho executa da tensão produzida pelo gerador ou então o sinal de frequência entregue por uma potência.

Podemos assim afirmar que, conforme a velocidade aumenta, a magnitude e a frequência da tensão irão crescer proporcionalmente. Vamos então ver agora algumas aplicações dos tacômetros no âmbito industrial.

Onde encontrar os tacômetros nas industrias?

Nas industrias podemos encontrar os tacômetros em diversos lugares diferentes, eles podem estar empregados em sistemas de algum maquinário ou até mesmo na bancada da manutenção para usos de aferições em motores elétricos ou maquinas que existem na empresa.

Um exemplo clássico do uso de tacômetros está nas maquinas transportadoras ou nas de moldação de polímeros, ambas necessitam de um tacômetro interno para além de controlar realizar também a aferição da velocidade da produção, sendo que nas transportadoras o tacômetro executa a medição e controle de velocidade entre o motor de eixo comparado ao central. Nas moldagens plásticas, ou melhor dizendo nas injetoras, o tacômetro realiza a medição da rotação do eixo que executam a quantidade de polímero a ser liberada para moldagem.

Outro campo que utiliza muito o tacômetro é a operação de empacotamento, nessa operação é empregado no maquinário vários tacômetros, a fim de controlarem a velocidade de cada motor, para isso as maquinas de empacotamento possuem em seu comando elétrico um controlador que possui a função de manter todos motores e tacômetros trabalhando em sincronia.

Tacômetro com base na tensão.

Alguns tacômetros têm como base a utilização da tensão para determinar a velocidade, esses tacômetros os de gerador DC e tacômetros de resistência. O funcionamento desses equipamentos consiste na velocidade do giro, ou seja, o giro vai determinar na potência que irá gerar internamente e com isso com um circuito logico irá resultar num valor de velocidade, e além disso consegue fornecer também o sentido de rotação.7

Tacômetro por frequência.

Esse tipo de tacômetro pode ser encontrado em três tipos diferentes no mercado, sendo eles:

  • Tacômetro com rotor dentado;
  • Tacômetro de campo rotante;
  • Tacômetro de fotocélula.

Esses modelos trabalham realizando o cálculo do número de pulsos produzidos, sendo assim eles possuem a necessidade de um circuito digital mais desenvolvido do que o de tensão, para poder entregar ao profissional a medida mais precisa de rpm.

Os tacômetros com rotor dentado e de campo rotante possuem uma característica em comum, geram em sua saída uma forma de onda, ao contrário da fotocélula que possuem um disco interno com algumas lacunas, isso faz com que a luz entre enquanto o mesmo rotacione, desse modo a luz ao ser irradiada gera um pulso para o sistema.

Agora que entendemos um pouco mais sobre o tacômetro já podemos ir um pouco mais além em nossas investigações e invenções, seja industrial ou residencial, pois não limites para tecnologia quando aliada com a criatividade.

Avalie esta Página

Comentários

comentários

Deixe um comentário