Como Gerar Renda, Administrar Negócio e Ainda Evoluir o Conhecimento em Elétrica

Quando decidimos sair do profissional em regime CLT e construir nossa própria empresa e buscar mais independência financeira, tempo para família e visionando um futuro melhor, estamos tomando uma decisão que nem sempre é trilhada num mar calmo.

Uma vida de empresário e funcionário da própria empresa requer muito esforço, trabalho e dedicação para que se possa conseguir gerar a renda do seu negócio e da sua vida pessoal, administrar toda carteira de cliente, fornecedores, projetos e vendas, além de claro estar atualizado no mercado buscando sempre evoluir profissionalmente dentro da área de elétrica, que é o foco desse assunto.

Nesse artigo vamos colaborar com algumas dicas de como de fato administrar um negócio e a partir dele obter os seus desejos profissionais e pessoais serem alcançados.

Temos que ter em mente que grandes conquistas somente chagam mediante aos grandes esforços, isso vale para grandes derrotas, elas chegam mediante a pouca dedicação doada para seus objetivos.

Como gerar renda e administrar seu negócio

Sem delongas, afinal Time is Money (já diz o ditado tempo é dinheiro), vamos aqui levantar em tópicos quais pontos você empresário e profissional da elétrica deve se atentar no seu nicho de mercado para que possa ter uma empresa sempre crescendo no mercado.

• Finanças: Antes de dominar a vida financeira de uma empresa tente ter uma administração da vida financeira pessoal bem alinhada, ter uma educação financeira em linha é um passo importantíssimo quando se deseja conduzir uma empresa, então à dica aqui fica para organizar as finanças pessoais, mantenha em controle, afinal se sua vida financeira pessoal não estiver em controle sua empresa corre grandes riscos financeiros como reflexo;

• Pró-labore: Desde o início das atividades de sua empresa determine as remunerações dos sócios ou gerente, nunca misture finanças pessoais com as da empresa e nunca faça retiradas extras do caixa da empresa para pequenas coisas pessoais; Lembre-se vida empresarial é uma coisa, vida pessoal é outra. Você é o dono da empresa.

• Conceitos: Tenha na ponta da língua as definições de faturamento, lucro, despesas e investimentos, esses fatores vão fazer parte do dia a dia na sua empresa, então de uma forma resumida lembre-se que:

1.Faturamento: Valor total arrecadado durante um período;

2. Lucro: É o saldo disponível para retirada após desconto de todos os gastos da empresa;

3. Despesas: Todos os gastos referentes a manutenção do negócio, desde matéria prima aos gastos tributários (gastos fixos e variáveis);

4. Investimentos: É a verba destinada que vai desde o planejamento até o ínicio das atividades da empresa e também para maximizar o lucro da empresa ao longo do tempo.

5. Capital de giro: valor que deverá ter em caixa até que a empresa comece a dar lucros

• Demonstrativo de resultados: Gaste bastante energia em desenvolver ou obter um método bem detalhado de todos seus resultados, saber a origem de todos os dados e valores, assim você saberá exatamente quanto e quando investir o dinheiro da empresa sem que a saúde financeira do negócio seja abalada;

• Dívidas: Estude sempre as dívidas versus o lucro que a empresa está gerando, assim você deve saber qual a capacidade da empresa em se responsabilizar com as dívidas. Caso a empresa entre no vermelho saiba dar prioridades considerando os custos de cada dívida e os riscos para o não pagamento delas;

• Riscos: Para se chegar ao sucesso do seu negócio você terá que assumir risco, mas isso não significa fechar os olhos e andar sem saber onde está pisando. Assumir riscos significa que você tem que analisar as condições, assumir o risco e saber todos os cenários que possam existir e o que fazer caso algum imprevisto aconteça;

• Orçamento: Saiba que uma dívida pode levar a outra dívida, então faça orçamentos detalhados dos seus fornecedores, nunca se prenda a intimidade ou amizade com seus fornecedores, mas sim com preço x qualidade;

• Compras: Nunca compre aquilo que vai ficar parado sem uso, faça compras conscientes para sua empresa, compras que vão lhe trazer resultados. Comprar para ter em estoque uma ferramenta ou produto que pouco usa é dinheiro parado e mal investido;

• Domínio de termos técnicos: Além de dominar toda parte operacional da sua empresa você como empresário deve agora dominar termos como capital de giro, ponto de equilíbrio, turn over etc, isso fara com que seu negócio tenha cara de empresa e possa ter um crescimento sólido;

• Custos: Busque sempre reduzir os custos que seu cliente não compra, ou seja, aqueles que você precisa ter, mas que o cliente não vai receber, esses custos devem ser bem controlados e buscar sempre reduzi-los.

Conclusão

Por fim, reserve um tempo no seu dia para aprimorar seus conhecimentos, tanto técnicos quanto administrativos, você precisa estar atualizado no ramo da sua empresa e mais do que isso precisa ter conhecimentos que vão lhe favorecer na direção do seu negócio.

Trabalhar um pós venda (no caso aqui o serviço realizado na casa do cliente), fez o serviço faça o cliente lembrar-se de você, 2 ou 3 dias depois ligue para ele pergunte se está tudo em ordem com o serviço prestado, conquiste seu cliente pois ele com certeza gostando dos seus serviços lhe indicará para um vizinho, amigo ou até parente. Crie sua carteira de clientes.

Mantenha sua equipe sempre motivada muitas das vezes um reconhecimento, um parabéns pelo trabalho bem realizado é o que se espera de um patrão.

Busque cursos à distância, esses poderão lhe proporcionar conhecimento a um baixo custo. Lembre-se que todos nós temos a mesma quantidade de tempo todo dia, a diferença é como administramos nosso tempo. Boas instalações!

Como Gerar Renda, Administrar Negócio e Ainda Evoluir o Conhecimento em Elétrica
4.7 - 3 Votes

Comentários

comentários

2 Comments

Deixe um comentário