Contato

Caro leitor do web site Saber elétrica esse canal está dirigido a você. Mande suas sugestões, elogios, criticas e dúvidas.

Entre em contato conosco, preencha os campos abaixo.

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

Contato
3.7 - 6 Votes

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

13 Comentários

  1. Adriano Souza de Gois disse:

    Muita coisa aprendi com vocês do site saber elétrica
    E que ano que vem quero ter a oportunidade de continua com vocês, um grande abraço a todos.

  2. aparecido benedito do nascimento disse:

    realmente faz jus saber ,gosto do modo claro e descomplicado de explicar da saber.

  3. Moisés Ambrósio disse:

    O site tem conteúdos muito produtivos, parabéns aos idealizadores!!!

  4. Amilton disse:

    Vcs esclarecem muitas dúvidas estão de parabéns e dão muitas orientação felicidades.

  5. Domeneque disse:

    A solução de instalar um resistor em paralelo com a lâmpada( junto da mesma) é a que mais tenho visto resolver o problema . Só não entendo porque instalar em paralelo pois acho que deveria ser em série com a lâmpada de modo a “frear” a corrente residual não deixando ir para a lâmpada e carregar o capacitor desta . Se alguém pudesse esclarecer . Obrigado

    • Olá, Domeneque! Bem vindo ao Saber Elétrica. O resistor é colocado em paralelo a fim de dividir a corrente elétrica e manter o mesmo valor de tensão tanto no resistor quanto na lampada. Se colocarmos o resistor em série com a lampada, a tensão irá se dividir entre o resistor e a lampada, e a corrente elétrica será a mesma. Nesse caso, teremos tensão menor na lampada e ela não acionará. São características dos sistemas de ligação série e paralelo.
      Adolpho Eletricista

  6. Pedro Veras disse:

    Posso instalar um quadro de disjuntores sobreposto pra ligar a instalações eletrícas embutidas?

  7. Saulo Vieira disse:

    Olá, não é incomum encontrarmos bancos de transformadores monofásicos em redes de distribuição trifásicas. Gostaria de saber o motivo desse tipo de aplicação, vantagens e desvantagens. Obrigado

    • Bem vindo ao Saber Elétrica, Saulo. Os transformadores monofásicos – sistema delta – foram muito utilizados na implantação do sistema elétrico de potência no Brasil devido ao custo de implantação e também por ser o transformador monofásico (delta) muito mais barato que o transformador trifásico (estrela). Para alimentar um transformador monofásico utiliza-se apenas uma fase primária, enquanto que para o trifásico necessitamos das três fases primárias. Como na época da implantação do sistema elétrico no Brasil não haviam cargas trifásicas, optou-se por utilizar transformadores monofásicos. Caso necessitasse atender um cliente com carga trifásica, acrescentava-se outro transformador monofásico ligado em fase primária diferente do primeiro, criando a terceira fase secundária para atender aos clientes. A única vantagem é o custo de implantação do sistema. As desvantagens são: desbalanceamento de carga enorme na rede primária, harmônicas, danos aos cabos da rede primária e desbalanceamento de tensão na rede de transmissão. Em 1995 a ANEEL proibiu a instalação de transformadores monofásicos, sendo que a partir da data de publicação da nova norma os bancos de transformadores monofásicos (delta) somente poderão sofrer manutenção corretiva, sendo que os novos bancos de transformadores projetados deverão ser trifásicos (estrela).