Como fazer aterramento – Confira a Importância de um Aterramento Elétrico Eficiente

Elemento fundamental na hora da instalação elétrica, veja aqui como fazer aterramento elétrico.  Com três funções principais.

A primeira função é descarregar as cargas acumuladas na máquina (em suas carcaças) para a terra. A segunda é facilitar o funcionamento dos dispositivos de proteção, como disjuntores, chaves, fusíveis, entre outros).

A terceira e mais importante função, é a proteção que ele traz ao usuário, como quando ocorre uma descarga atmosférica; aqui o aterramento elétrico transfere essa energia para um caminho alternativo até chegar a terra.

O aterramento elétrico também possui outras funções, como, por exemplo, eliminar interferências eletromagnéticas (EMI).

Não basta apenas ter um aterramento elétrico instalado em sua casa ou em sua empresa. É necessário que este aterramento esteja em vigor com as normas regulamentadoras e seja, lógico, eficiente.

Dica de como fazer aterramento elétrico

6 Dicas de como fazer aterramento eficiente

Antes de iniciar o procedimento, você deve estar atento as exigências da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e nas Normas Brasileiras Regulamentadores (NBR).

Dentre várias normas, atente-se as especificações da NBR 5410 – Instalações Elétricas em Baixa Tensão. Na seguinte subseção, 6.3.3.1, você pode encontrar os possíveis sistemas de aterramentos que podem ser feitos. Qual aterramento a ser utilizado, depende do tipo de serviço.

Ao instalar um aterramento a um aparelho específico, geralmente o próprio fabricante já especifica qual tipo de sistema de aterramento utilizar.

Quando não for especificado, opte por utilizar o sistema TT sempre que possível. Caso não seja tente o sistema TN-S e, em último caso, o sistema TNC.

Alguns cálculos, como o de dimensionamento de um aterramento, muitas vezes são considerados um assunto para ser resolvidos por um engenheiros eletricista. Fatores como quantidade de hastes, valor da resistividade do solo influenciam o valor da resistência na hora do aterramento elétrico.

Aqui vão algumas dicas, mas caso ainda haja dúvidas, procure um engenheiro da área para estar solucionando e, quando necessário, estar fazendo um projeto para você apenas executar. Neste projeto o engenheiro lhe dará onde instalar as hastes, a distância, a quantidade e a lista de material.

1ª dica

Na hora de escolher hastes de aterramento, procure optar por hastes de 2,5m, pois estas conseguem diminuir o risco de atingir dutos subterrâneos na hora de sua instalação.

As hastes são feitas de aço e revestida de cobre com comprimentos de 1,5 a 4,0m. analise bem sua instalação e veja qual comprimento melhor de adapta ao seu projeto.

2ª dica

O valor da resistência medida para um aterramento ideal, deve ser abaixode 5 Ω (ohms). Porém, em caso de fábricas, por exemplo, é aceitado até 10 Ω.

A umidade da umidade do solo e outras químicas ajudam a influencia no valor desta resistência.

É necessário inserir hastes a tal ponto de a resistência ser igual ou inferior a 5Ω. Caso você se depare com esse tipo de situação, verifique qual das opções é mais indicada: o agrupamento de barras em paralelo (com a regra do polígono) ou o tratamento do solo.

confira as 6 dicas de um aterramento elétrico eficiente

3ª dica

O eletrodo de cobre que você havia selecionado na 1ª dica, deverá ser enterrado no solo deixando cerca de 10 cm para fora. Lembrando que os sistemas de eletrodos mais utilizados são: hastes, chapas, cabos e malhas, em que qualquer um deles são sempre feitos de cobre. 

4ª dica

Em seguida, conecta-se um cabo ao eletrodo de cobre que será levado até o quadro central. Esse cabo deve ser ligado a barra de terra, de tal forma a distribuir os fios, colocando um em cada eletroduto. Em outras palavras, cada circuito deve possuir o seu fio terra que será, então, conectado as tomadas. 

5ª dica

Na hora de colocar o fio terra, a bitola dele deve acompanhar a bitola do fio fase, regra válida até cabos de 16mm². A partir disso, a bitola do fio terra pode apresentar a metade da dimensão do fio fase.

Como padrão, utilize para as cores do fio terra verde e/ou amarelo.

6ª dica

Após a instalação de seu fio terra, substitua as tomadas antigas, de dois polos, pelas de 3 polos, ligando-a no terceiro fio da tomada.

O uso do fio terra é de extrema importância, mas vale lembrar que só ele não garante a nossa segurança contra correntes elétricas.

Então, para se ter um sistema de aterramento elétrico eficiente e seguro se faz necessário a instalação de um Dispositivo Diferencial Residual (DR).

Seguindo essas dicas de como fazer aterramento de acordo com a norma NBR 5410 e fazendo uso adequado dos disjuntores trará mais segurança pra sua instalação. Gostaria de aprender mais sobre eletricidade fique por dentro com saber elétrica!

Como fazer aterramento – Confira a Importância de um Aterramento Elétrico Eficiente
4.1 - 21 Votes

Comentários

comentários

Sobre o autor | Website

O Saber Elétrica é um canal educativo e informativo que vem com objetivo de compartilhar um conteúdo dinâmico e didático sobre o mercado de trabalho voltado a setor da energia e eletricidade com foco nos setores da eletreletrônica e da eletrotécnica.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.