Dicas & Notícias Saber Elétrica

Como Funciona o Starter de uma Lâmpada Fluorescente

lâmpada fluorescente não possui o filamento convencional de uma lâmpada incandescente, mas contém vapor de mercúrio que emite luz ultravioleta quando ionizado.

A luz ultravioleta produz partículas que recobrem a parte interna do tubo.
Essas partículas, por sua vez, brilham ou se tornam fluorescentes (para obter mais detalhes, consulte Como funcionam as lâmpadas fluorescentes).

O starter é utilizado em diversos tipos de lâmpadas fluorescentes. Ele ajuda a ligar a lâmpada.

Quando se aplica uma tensão à lâmpada fluorescente, acontecerá o seguinte:

O starter (que é simplesmente uma chave temporizada) permite que a corrente passe pelos filamentos nas extremidades do tubo;

A corrente faz com que os contatos do starter se aqueçam e abram, interrompendo o fluxo e fazendo com que o tubo se acenda;

Uma vez que o tubo está aceso há uma baixa resistência e o reator funcionará como limitador de corrente.

Quando se liga uma lâmpada fluorescente, o starter é uma chave fechada.

Os filamentos nas extremidades da lâmpada são aquecidos pela passagem de corrente elétrica e criam, internamente, uma nuvem de elétrons.

O starter é uma chave temporizada que abre após um ou dois segundos. Ao abrir, a tensão sobre o tubo permite que os elétrons fluam pelo tubo e ionizem o vapor de mercúrio.

Sem o starter, um fluxo constante de elétrons nunca será criado entre os dois filamentos e a iluminação irá piscar e também haveria um curto-circuito entre os filamentos, drenando uma elevada corrente. Esta corrente pode evaporizar os filamentos ou provocar a explosão da lâmpada.

Como funciona o reator de lâmpada fluorescente tubular e Compacta

As lâmpadas fluorescentes foram criadas por Nikola Tesla e introduzidas no mercado em 1938, sendo superiores pelas lâmpadas incandescentes por apresentarem um rendimento muito maior.

O vidro da lâmpada é revestido internamente por um material à base de fósforo e têm em seu interior gás nobre à baixa pressão (argônio). Quando esse gás é excitado pela passagem de corrente ele emite radiação ultra-violeta que em contato com o material que reveste o vidro faz liberar luz.

As lâmpadas fluorescentes funcionam de modo semelhante aos tubos de descarga de gás néon, possuem um par de eletrodos em cada extremo. O tubo de vidro é coberto com um material à base de fósforo.

Este quando excitado com radiação ultra-violeta, gerada pela ionização dos gases, produz luz visível.

Internamente são carregadas com gases inertes à baixa pressão, as mais comuns utilizam argônio. Além da cobertura de fósforo, existem eletrodos em forma de filamentos nas suas extremidades. Sua função é pré-aquecer seu interior para reduzir a tensão elétrica necessária à ionização, dando partida no processo de bombardeio por íons positivos dos gases internos ao bulbo.

Elementos da lâmpada (dentro de uma lâmpada fluorescente):

  • Pinos de contato;
  • Tubo de vidro;
  • Eletrodo;
  • Gás inerte;
  • Mercúrio;
  • Camada interna de fósforo;

As lâmpadas fluorescentes garantem uma economia de até 80% em relação às incandescentes, além de durarem até vinte vezes mais e serem até quatro vezes mais eficientes.

As lâmpadas fluorescentes não devem ser descartadas no lixo comum, pois possuem elementos altamente poluentes, devendo assim ser encaminhadas às empresas de reciclagem.

Reator de lâmpadas fluorescentes tubulares

 As lâmpadas fluorescentes tubulares são Ideais para iluminação geral de áreas onde exista a necessidade de qualidade de luz aliada a economia de energia. São utilizados para iluminação de áreas de trabalho onde exista a necessidade de se criar um ambiente estimulante, como cozinhas, lavanderias, escritórios, além de hospitais, indústrias, shoppings, supermercados, escolas, dentre outros. Ela também é indicada para iluminação indireta quando utilizadas em sancas.

 O reator para duas lâmpadas fluorescentes tubulares é, basicamente, um equipamento ligado entre a rede elétrica e as lâmpadas fluorescentes e tem como principal objetivo assegurar o desempenho correto das lâmpadas fluorescentes.

Reator de lâmpadas fluorescentes compactas

As lâmpadas fluorescentes compactas possuem a mesma tecnologia das lâmpadas fluorescentes tubulares, porém ocupam menos espaço devido ao seu tamanho reduzido.

Devido a sua grande praticidade de instalação e seu formato são ideais para iluminação geral e decorativa de residências, banheiros, vitrines, hotéis e similares. Outra diferença é que ela já apresenta o reator incorporado à base.

Como Funciona o Starter de uma Lâmpada Fluorescente
5 - 1 Vote

Comentários

comentários

>> Recomendamos Para Você <<

Sobre o autor | Website

O Saber Elétrica é um canal educativo e informativo que vem com objetivo de compartilhar um conteúdo dinâmico e didático sobre o mercado de trabalho voltado a setor da energia e eletricidade com foco nos setores da eletreletrônica e da eletrotécnica.

Cadastre seu e-mail e receba atualizações gratuita sobre elétrica

100% livre de spam. Somos contra essa prática.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!